Obras Incríveis: Palm Islands (Parte II) – Palm Jebel Ali Curiosidades

Palm-Jebel1

PALM ISLANDS

Em vários outros artigos de Obras incríveis presente em nosso blog, já foi ressaltado quão magnífica é a relação entre engenharia e natureza. Uma grande construção mostra exatamente a grandiosidade dessa interação, mas também deixa claro que ela nem sempre é tão harmônica como pensamos. Uma das obras mais espetaculares e arriscadas que o homem vem construindo é a das “Palm Islands”, um conjunto de ilhas artificiais dentro do Golfo Pérsico.

O projeto é dividido em três partes, denominadas Palm Jumeirah, Palm Jebel Ali e Palm Deira. É, as três em forma de palmeira. O objetivo? Bom, serão construídos vários estabelecimentos residenciais, comerciais e áreas de lazer, e Dubai ganhou nada menos do que 520 km de praias. Todo o capital que vai ser movimentado apenas neste núcleo empresarial aumentará significativamente a participação da cidade no mercado internacional. Para se ter noção, a primeira das palmeiras, que já está pronta, e a segunda, que encontra-se momentaneamente com as obras paradas, podem ser vistas do espaço.

Quanto os “estabelecimentos residenciais, comerciais e áreas de lazer” citados acima, trata-se de coisas grandes. Em pouco tempo Dubai se tornou uma das grandes potências no turismo, então investirá em hotéis (terá cerca de 100 de luxo), residências de frente para o mar, prédios comerciais, shoppings, parques de diversões, uma infinidade de restaurantes e bares, todos de ponta, e até mesmo centros esportivos e spas.

Sat_Map_Jan_07_OL

 

PALM JEBEL ALI

A segunda ilha é chamada de Palm Jebel Ali. Ela é muito maior do que a primeira e são separadas por 22 km de mar… por enquanto. Essa imensa construção foi iniciada em 2002 e sua previsão de término era em 2007. O que acontece é que construções desse porte tem uma tendência muito grande a atrasar, e para não ser diferente, ficou em andamento até 2011, quando teve suas obras paralisadas. Assim como a primeira, a Palm Jebel ali terá o formato de uma palmeira, mas muito maior. Terá também um quebra mar, que será construído com um valor entre 10 e 14 milhões de toneladas de rochas, para protegê-la das forças naturais e a ideia é a construção de mais um centro urbano com capacidade para 100 mil habitantes. Serão parques aquáticos, pista de caminhada cortando as extremidades, áreas residenciais, hoteleiras e de restaurantes, e uma grande estrutura de lazer e de empresas prontas para mais um mercado em potencial.

O tamanho é espetacular, e aproximadamente 50% maior do que a Palm Jumeirah. A equipe responsável por essa parte do projeto é composta por um neozelandês, que afirma nunca ter visto nada espetacular na vida até chegar em Dubai, e por um canadense, que tem 25 anos de experiência em engenharia civil, com especialização em construções marítimas, e terminando o seu doutorado.

A finalização do projeto significa mais 100 km de extensão em praias, que somados aos 56 que a Palm Jumeirah deu, somam quatro vezes o que Dubai tem normalmente, que são apenas 40. Para a construção seria necessária uma imensa quantidade de areia, e o que todos devem pensar é que seria fácil encontrar, em meio àquele deserto sem fim dos emirados árabes. Engano, pois o que acontece é que quando a areia do deserto entra em contato com a água, ela vira movediça. Não seria propícia para a construção de uma ilha, logo foi necessária uma busca maior pela que seria usada.

Loja Construir

O que ninguém tem noção é que somente a construção da ilha custará dois bilhões de dólares. Valor extremamente alto também levando em consideração as boas condições de preços pela quantidade e da grande remessa de mão de obra disponível nesses lugares. O processo de dragagem está novamente nessa ilha, e será também utilizado nas outras. O grande navio passa perfurando uma grande camada de terra, aproximadamente um metro, de espessura, e joga todo o material rochoso para cima, recolhendo-o e selecionando-o para a utilização do assentamento.

As ideias são muito ambiciosas, e não somente para a superfície. O golfo pérsico tem águas realmente muito salgadas, o que não torna-o muito povoado por seres marinhos. A ideia é mudar isso totalmente. Seria feita uma mudança grandiosa e tornaria o habitat propício para mergulho profissional e de turismo, aqueles para ver como é a vida marinha. Seriam nada menos que 9 km² de um imenso e exuberante recife artificial. Como tornar isso tudo possível? A solução são os corais. Eles que atraem os peixes. Para isso, os especialistas desenvolveram uma técnica, que já está em ação, que faz com que os corais cresçam aproximadamente 10 vezes mais rápido do que normalmente o fazem. É um processo chamado Acreção, que constitui em utilizar descargas elétricas em pirâmides com conjuntos de corais para estimular o seu crescimento.

Desde 2008, quando uma crise financeira atingiu todo o mundo, as obras não andam bem. Voltaram a acontecer, mas novamente pararam em 2011 e desde então não se faz mais nada lá. A parte de cima do quebra mares terá o formato de uma orca, que se integrará aos parques temáticos que estão previstos para a construção. Eles fazem parte de um grande projeto de urbanização, que conta, inclusive, com um edifício de 300.000 m², que foi escolhido a pedidos da empresa responsável pelo projeto, atendendo às especificações de tudo o que o Palm Jebel Ali tem como ideal.

Outra obra incrível e que terá os olhos do mundo virados a ela ao retornar as obras, e principalmente quando ficar pronto. Mais um potencial mercado aparecendo para competir com os outros países. Dubai cada vez mais se fortalecendo… Engenharia é isso!

palm jebel ali

palm jebel ali2

palm jebel ali3

palm jebel ali4

Imagem feita por satélite.

 

Confira a vista da ilha de quem passa por ela de avião.

 

Fontes: Wikipedia, Youtube;

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
Obras Incríveis: Palm Islands (Parte II) – Palm Jebel Ali
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Tenho 18 anos e sou estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.