Começa operação para reerguer o Costa Concórdia Sem Categoria,Tecnologia,Variedades

Costa Concórdia

O içamento do transatlântico Costa Concórdia que naufragou na Itália em 13 de janeiro de 2012  começará hoje, segunda-feira dia 16 de setembro, e teve seu valor divulgado em aproximadamente 750 milhões de euros – a maior e mais cara megaoperação de salvamento marítimo da história. Máquinas hidráulicas, plataformas submarinas e tanques de flutuação já estão posicionados. 

A tragédia ocorrida há um ano e meio resultou em 32 mortos,  dois dos quais até hoje não foram encontrados, de um total de quase 4.300 pessoas entre passageiros e tripulantes que estavam a bordo do navio de luxo no momento em que ele se chocou com pedras ente à ilha toscana de Giglio (oeste de Itália).  

A previsão é que se leve de 10 a 12 horas para reerguer o navio.  Até o presente momento, o trabalho já contou com 500 engenheiros e 18 mil toneladas de cimento, que foram colocadas abaixo do navio para apoiá-lo e impedi-lo de romper. O início das operações foram confirmadas nesse domingo dia 15, depois de verificadas as condições climáticas favoráveis. 

[os updates de encontram ao final do artigo]

An underwater platform has been built on which the 114,00-tonne ship will come to rest as jacks and underwater cables haul it upright

Visão de todas as plataformas já instaladas e o contrapeso colocado no transatlântico.

 

Italy Ship Aground

O Costa Concórdia será finalmente reerguido nesta semana, na maior e mais cara operação de salvamento marítimo do mundo

 

Navios e plataformas de salvamento circundam o Costa Concórdia

Navios e plataformas de salvamento circundam o Costa Concórdia

 

500 engenheiros, 12 horas de trabalho e toneladas de cimento são alguns dos poucos números do projeto de endireitamento do Costa Concórdia.

500 engenheiros, 12 horas de trabalho e toneladas de cimento são alguns dos poucos números do projeto de endireitamento do Costa Concórdia.

 

Como o transatlântico se encontra tombado sobre o recife italiano, uma plataforma submarina foi construída para que o navio seja colocado com um sistema de tomadas e cabos submarinos transportá-lo na posição vertical, pra tentar minimizar todos os danos já previstos.

The international team of engineers will use a never-before attempted strategy to set upright the luxury liner

Uma das estratégias consiste em colocar contrapesos por todo o navio, pra que ele não ceda além dos 3 metros que já afundou.

 

The giant wreck of Costa Concordia has lain partly submerged in shallow waters off the Tuscan island of Giglio since the accident in January 2012

Trágico: O naufrágio do Costa Concordia fez o gigante tem ficar parcialmente submerso em águas rasas ao largo da ilha toscana de Giglio desde o acidente em janeiro de 2012

 

The Costa Concordia cruise ship could be upright again next week, nearly two years after the liner capsized and killed at least 30 people

Tarefa difícil: Colocar o Costa Concordia de pé novamente na próxima semana, quase dois anos após o acidente

 

Cadeias de polias, rotação e aço: a arte de parbuckling

A equipe de resgate composta por 500 membros de 24 nações, realizará a operação para mover o navio conhecida em termos náuticos como Parbuckling antes da temporada de tempestades de outono, quando os ventos e um grande risco de ondas fortes pode ser mais um problema.

Dezenas de polias ( tipo de roldanas)  começarão a girar lentamente o navio na posição vertical a uma taxa de cerca de 3 metros por hora.

Correntes de aço pesando centenas de toneladas foram enroladas sob o casco para ajudar a colocá-lo de pé. Os tanques cheios de água no lado exposto também ajudará girá-la para cima.

Embora o parbuckling é uma forma para retornar navios virados à posição normal, a operação nunca foi aplicada a um grande navio de cruzeiro, ainda mais nessas condições.

Engenheiros indicaram que seria ansiosamente observado as partes iniciais do esforço. Uma vez que o navio se move para cima cerca de 25 graus. Nesse ponto, a gravidade toma conta e nesse ponto, começa-se a sentir “alívio” pelo trabalho feito.

Loja Construir

 

8.0 - An underwater platform has been built on which the ship will come to rest as a system of jacks and cables haul it upright

Projeto em 3D de como a plataforma será colocada embaixo do navio, para que ele seja movido quando estiver de pé.

 

 Above, a graphic of how the ship is stricken on the reef

Gráfico mostra como o Costa Concórdia se encontra no momento

 

Assuming seas are calm, the ship will be slowly pulled to the vertical in an hours-long operation so it can be towed to a mainland port and turned into scrap

O navio será puxado lentamente para a vertical em uma operação horas de duração, para que possa ser rebocado para um porto continental e transformado em sucata

 Dozens of crank-like pulleys will start slowly rotating the ship upright at a rate of about 3 metres per hour.

Dezenas de polias de manivela, começarão a rodar lentamente o navio a uma taxa de cerca de 3 metros por hora. Correntes de aço pesando cerca de centenas de toneladas foram enroladas sob o casco para ajudar a colocá-lo de pé. Os tanques cheios de água no lado exposto também ajudarão a girá-lo para cima

 

O navio será lançado para a plataforma em uma manobra conhecida como Parbuckling

O navio será lançado para a plataforma em uma manobra conhecida como Parbuckling

 

The cost of refloating the Costa Concordia has risen to 500million and has involved 500 engineers

O projeto do desencalhe do Costa Concórdia levou meses para ficar pronto e conta com engenheiros do mundo todo.

 

Não existe plano B!!

A equipe internacional de engenheiros e especialistas não conseguiu desenvolver um “plano B” caso a tentativa de reerguer o navio não dê certo. Porém na coletiva para expor a logística dos trabalhos, Franco Gabrielli – chefe da Agência de Proteção Civil da Itália – disse que a possibilidade do navio “desmoronar” é remota. “Se o navio não voltar atrás na posição vertical, não há outra maneira de tentar de novo”, disse ele.

Muitos dos 1.500 habitantes de Giglio utilizam balsas e barcos para ir ao Continente à trabalho ou para estudar. Entretanto, enquanto os esforços estiverem concentrados no içamento do Costa Concórdia, não será permitida qualquer movimentação pelas águas da ilha.

Quando o cruzeiro estiver na posição vertical se passará para a fase seguinte com a instalação de 15 novas boias estabilizadoras, iguais as já instaladas na parte esquerda do casco. Vários testes já foram feitos para garantir que toda a operação de rotação seja perfeita, embora tenham surgido algumas dúvidas sobre o possível impacto meio ambiental que a operação acarretará, por causa de todos os resíduos e líquidos que se acumulam ainda no interior do navio.

 

14.0 - An aerial view shows the huge scale of Costa Concordia - equivalent to a floating city - set against the backdrop of the houses on Giglio Island

15. 0 -The ship's fuel has been removed over months by divers and construction workers toiling 24 hours a day, but chemicals and toxins from rotting food and drink remain

16.0 - Observers will hold their breath during the difficult and never-before-tried operation to salvage the Costa Concordia is attempted

 

Um site italiano disponibiliza o acompanhamento com imagens em tempo real da situação em Giglio: Veja aqui

 

**UPDATE 16/09, 06:00 –  Navio de cruzeiro Costa Concórdia segue naufragado, após uma tempestade ocorrida durante a madrugada atrasar em três horas a operação que vai tentar endireitá-lo. A operação começou aproximadamente às 9h no horário local (4h de Brasília).

** UPDATE 16/09, 06:09 – De acordo com várias fontes, a expectativa pela operação convocou mais de 500 jornalistas procedentes de todo o mundo, para acompanhar ao vivo como a embarcação de 44.600 toneladas de peso, 290 metros de comprimento e cerca de 70 metros de altura será reerguida.

** UPDATE 16/09, 13:18 - A embarcação já foi desprendida das pedras,  porém os corpos de dois desaparecidos desde a época do náufrago ainda não foram encontrados.

** UPDATE 16/09, 13:19 – De acordo com um dos  responsáveis, o impacto ambiental causado pela liberação de gases e outros detritos está controlada e conforme o esperado.

 ** UPDATE 16/09, 14:48 – Prevista para ser concluída em 12 horas, a operação deve durar mais tempo. “Nós imaginamos que levaria 12 horas, mas se forem 15 ou 18 horas, o objetivo é fazer bem. Nós não estamos atrasados, estamos felizes com a forma como as coisas estão caminhando”, afirmou o responsável pelo projeto de remoção do Concordia, Franco Porcellacchia. O navio já está desprendido das rochas e rodou 10 graus em seu próprio eixo.

**UPDATE 1 6/09, 17:05 – A inédita ação, iniciada às 9h (6h de Brasília), foi interrompida entre 17h e 18h (15h e 16h), para permitir que uma equipe de especialistas alpinistas retirasse do navio vários cabos que não exercem mais tensão, explicou Sergio Girotto, responsável pelo projeto por parte da empresa italiana Micoperi.

 **UPDATE 16/09, 23:00 – O chefe da Defesa Civil da Itália, Franco Gabrielli, disse na noite desta segunda-feira (16): “Nós passamos o limite fatídico de 24 graus”, informou ele, ao mencionar que a operação já alcançou o ponto de viragem, que equivale a sete andares de altura. A expectativa dos técnicos se concretizou e a partir dos 20 graus de rotação o navio começou a ser mover mais rapidamente em função do próprio peso.

 

Fontes: Daily Mail UK, Band News, Terra, Exame, Portal G1, UOL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
Começa operação para reerguer o Costa Concórdia
2 votes, 5.00 avg. rating (95% score)

Veterana em Edificações do IFSP, é desde 2008, graduada também na área de humanas .