Brasileiros apresentam inovações sustentáveis em feira de tecnologia!! Tecnologia

5_inovacoes_jovens_brasileiros

A FETEPS, Feira Tecnológica Centro Paula Souza é um momento de socialização e exposição de produções culturais, e projetos bem sucedidos de faculdades e cursos técnicos do Centro Paula Souza, em São Paulo. Provove integração do centro com outras intituições de ensino superior públicas de todo o país e de parceiros na América Latina.

A feira é dividida em 7 categorias (Ciências humanas, sociais e artes; Gestão e Ciências Econômicas; Ciências Biológicas e Agrárias; Informática e ciências da computação; Tecnologia industrial; Segurança e saúde e de Tecnologia Química, de Alimentos, da Agroindústria e da Bioenergia) e sua sétima edição ocorreu entre os dias 21 e 24 de outubro no Expo Barra Funda, na própria cidade de São Paulo. Contou com uma série de inovações, principalmente de cunho sustentável, sendo que algumas chamaram muito atenção por seu potencial de comercialização, entra elas uma garrafa térmica produzida com a fibra de coco.

 

chuveiro_sustentavel

 

Uma que chamou bastante atenção foi a de um grupo de estudantes da ETEC Caraguatatuba. O projeto é de uma válvula sustentável par chuveiro e tem um funcionamento simples e muito eficaz, tendo em vista a grande demanda por água encanada durante o verão. O calor aperta e as pessoas tendem a exagerar e perder-se no tempo enquanto estão debaixo do chuveiro, que relaxa bastante e não dá a mínima vontade de sair. Os três integrantes do grupo projetaram para que a válvula restrinja o tempo do banho a até 15 minutos, o que controla muito as pessoas e causa uma economia direta de dinheiro e desse bem tão precioso, a água.

 

eletrophotobike_ciclovivo_1

 

Outro projeto que brilhou aos olhos, literalmente, foi uma lanterna para as bicicletas, e que usa como fonte a energia criada no ato de pedalar! Transforma a energia mecânica em eletricidade que alimenta as luzes de LED, que portanto, só acendem quando está em movimento. O seu objetivo principal é reduzir a grande quantidade de pilhas e baterias que são descartadas, e na maioria das vezes de forma errônea. Os três estudantes da cidade de Bebedouro, no interior de São Paulo, deram o nome de Eletrophotobike ao projeto que é durável e também resistente à água.

 

Thiago Gimenez é o responsável pelo projeto e apela ao governo: “Os produtos ecológicos deveriam custar mais barato do que os convencionais. É preciso que o governo dê incentivos, para que os produtos ecológicos sejam mais baratos, incentivando as pessoas a comprá-los”. O projeto ainda está no momento de testes, mas há uma grande expectativa para a sua comercialização, e espera-se que seja com preços acessíveis. Os ciclistas serão muito mais facilmente visto pelos carros e terão muito mais segurança.

 

jornal_tijolo_materiais

Loja Construir

 

Mais uma inovação sustentável está nos tijolos de jornal. Isso mesmo, de jornal, aquele que todo mundo joga fora depois de um dia. Uma combinação das folhas com gesso criam um material sem impacto algum ao ambiente e ainda por cima reciclado. Seu custo de fabricação é mínimo, cerca de 5 centavos por unidade, e não precisam de um processo longo de fabricação, já que é artesanal. Pode até mesmo ser feita em casa, sem nenhuma dificuldade. E quanto a resistência? Bom, ele consegue ser ainda mais resistente que a versão normal do tijolo, além de ter um peso bem menor. O projeto é de três estudantes de Ribeirão Pires e ainda está sem expectativa de venda, embora seja muito prático, barato e bom para a natureza.

 

carregador_bau_solar_

 

O quarto é o Baú solar para motociclistas. Ele é bem simples, prático e “verde”. É normal nos dias de hoje ficarmos sem bateria no celular. O tempo todo as pessoas estão conectadas e vivem procurando um lugarzinho para carregar o celular, mas para esses profissionais é um tanto quanto complicado, e muitos precisam por questões próprias do emprego, que acabam de complicando. O baú consiste em uma placa de fotovoltaica que capta a energia solar e transforma em elétrica, passando aos celulares através dos diversos tipos de cabos presentes na parte frontal dele. É mais para emergência, mas ajuda bastante.

 

coco_verde_ciclovivo_cocomontagem

 

O último e não menos importante dos escolhidos e sustentáveis é o copo térmico produzido com fibras de coco! Todos sabem que esse material, mesmo que venha da própria natureza, demora até oito longos anos para se decompor, o que torna essa invenção mais uma prática de reciclagem. O projeto é de alunos da ETEC Trajano Camargo de Limeira e utiliza, além da fibra, que tem grande potencial como isolante térmico, canos de PVC e fibra de carnaúba. Os canos também são reaproveitados, dando mais característica verde ao projeto. Seu nome é Termicoco e será aprimorado aos poucos, melhorando seu design e sua eficiência, procurando a hora certa para que possa ser comercializado. Em três dias um deles está pronto, e também sem tanta dificuldade, tanto que todo o projeto foi desenvolvido nas próprias casas dos estudantes.

 

Fontes: FETEPS, CicloVivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
Brasileiros apresentam inovações sustentáveis em feira de tecnologia!!
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Tenho 18 anos e sou estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.