22% das estrelas da Via Láctea possuem um planeta habitável!! Curiosidades

imagem25

Um grupo de cientistas norte americanos da Universidade da Califórnia, em Berkeley, baseados nos dados coletados pelo satélite Kepler, afirmaram que em uma a cada cinco estrelas similares ao sol orbita um planeta “potencialmente habitável”.

Geoff Marcy faz parte do grupo e disse que “não podemos contar com nenhum dado adicional do Kepler para melhorar o baixo nível de completude da amostra de planetas análogos da Terra além do que reportamos aqui”, levando em consideração o fato de o satélite da NASA ter parado de funcionar em maio. Eles foram certamente ousados ao divulgar a pesquisa, pois tinham dados limitados para fazer os estudos e calcular as estatísticas.

O Kepler utiliza o método do trânsito planetário, que consiste em monitorar as variações de brilho de uma estrela, o que indica a possibilidade de planetas passando à frente delas, definindo a órbita. Ele funcionou por quatro anos e observou aproximadamente 150 mil estrelas, trazendo várias descobertas, inclusive a de mais uma estrela com 7 planetas em órbita.

Processando esses dados, foram localizados 603 planetas que tinham o mesmo porte da Terra dentre as 42 mil estrelas similares ao sol que foram selecionadas. Desses, nenhum tem a mesma órbita de “nossa casa”, sendo que apenas 10 tinham o mesmo porte dela.

Todos os resultados foram submetidos a uma severa análise estatística para, baseados neles, fazer a estimativa para todas as estrelas da via Láctea. A conclusão foi que, a cada  5 estrelas que se pareçam com o sol, uma tem um planeta habitável, ou seja, 22% delas. Mas como habitável? São caracterizados assim por estarem localizados na “zona habitável”, que é em relação à distância dele do seu sol para que consiga conservar, em sua superfície, a água no estado líquido, tendo em consideração a temperatura que chega.

Loja Construir

 

5-estrela-1-planeta-habitavel

 

Tendo em vista a temperatura, a classificação da zona habitável é de distâncias que recebam uma quantidade equivalente entre um quarto a quatro vezes à que a Terra recebe do Sol, mas deve levar em consideração a formação do planeta. Alguns são muito densos e não propícios à sobrevivência da estrutura de DNA. Outros podem ser como Marte, que tem indícios de uma presença de água, mas que hoje não suportam mais, o que torna a pesquisa um tanto quanto questionável, embora existam 200 bilhões de estrelas somente na nossa galáxia.

Levando em consideração a questão da densidade, a equipe estima que o planeta habitável mais próximo está a 12 anos luz da terra. Outra questão a ser identificada é em relação à órbita. Analisando o tempo desses planetas parecidos com a Terra entre 200 e 400 dias, que é a média de nosso mundo, os 22% de estrelas com planetas habitáveis caem para 5,7.

Fontes: Folha de S.Paulo, O Globo;

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
22% das estrelas da Via Láctea possuem um planeta habitável!!
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Tenho 18 anos e sou estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.