Engenharia Cartográfica Carreiras,Sem Categoria

967c69a6b013e2d941532b556b3311d3

Há milhares de anos, os seres humanos elaboram mapas para conhecer e controlar regiões, de pequenos trechos de terreno ao conjunto da superfície terrestre. A Engenharia Cartográfica é o ramo da engenharia que hoje se ocupa da construção de mapas. Para isso, adota uma abordagem integrada, que mede, analisa, gerencia, armazena e visualiza dados sobre a descrição e o posicionamento de feições e fenômenos da superfície terrestre. Esses parâmetros originam-se de diversos sistemas de sensores.

Os dados coletados são processados e manipulados usando moderna tecnologia de informação, com aplicação em todas as áreas que precisam de informações relacionadas a fatores geográficos, como estudos do meio ambiente, planejamento e gerenciamento municipal e regional, engenharia, navegação, geofísica, oceanografia, meteorologia e turismo.

 

O que faz um engenheiro da área?

O engenheiro cartógrafo é um especialista na produção e gerenciamento de informações territoriais. Com base em pesquisas de campo e cálculos, esse engenheiro planeja, orienta, dirige e supervisiona o levantamento, a análise e a interpretação de aspectos geográficos e físicos de uma região para produzir mapas e cartas impressas ou digitais. Ele utiliza dados de diversos sistemas, incluindo os orbitais e aéreos, e os sensores a bordo de embarcações marítimas ou fluviais.

Seu trabalho serve de base para que engenheiros civis tenham as condições necessárias para a construção de prédios, estradas, barragens ou redes de água e esgoto ou de energia elétrica. Apto a orientar projetos de loteamento e a definir o traçado de cidades, costuma prestar consultoria para prefeituras, indústrias e grandes construtoras. Ele atua também na criação, organização e atualização de arquivos de informações geográficas e topográficas.

 

Piso Salarial

Para 6 horas diárias, o piso é de 6 salários mínimos (aproximadamente 4 mil reais)

Para 7 horas diárias, o piso é de 7,5 salários mínimos (aproximadamente 5 mil reais)

Para 8 horas diárias, o piso é de 9 salários mínimos (um pouco mais de 6 mil reais)

Observação: O engenheiro que trabalha 06 horas por dia deverá receber 06 salários mínimos, e aqueles que trabalham acima de 06 horas, deverão acrescentar, a cada hora, o percentual de 50%. (O piso apresentado aqui é calculado com base no salário mínimo de  678 reais)

 

cartografiaQual a base curricular na faculdade?

Às disciplinas básicas das engenharias, como matemática, física e desenho, somam-se matérias de formação profissional e específicas, relacionadas com a coleta, o processamento, a análise e a representação de dados espaciais. O aluno também aprofunda conhecimentos referentes à geodésia, à topografia, à fotogrametria, ao geoprocessamento, sensoriamento remoto e cartografia. Parte da carga horária do curso é dedicada a práticas de laboratório e à pesquisa de campo. Os alunos também são ensinados a empregar as tecnologias de ponta que serão úteis no domínio de técnicas como o sensoriamento remoto e a fotogrametria digital. Em algumas instituições, é comum que os estudantes participem de projetos de prestação de serviços à comunidade. Nesses casos, eles atuam fornecendo apoio de campo em levantamentos topográficos e na regularização de terras rurais.

Loja Construir

Os sites da Universidade do Rio Grande do Sul, Instituto Militar de Engenharia e Universidade Federal de Pernambuco disponibilizam online suas grades curriculares do curso.  

 

O estágio é obrigatório?

Sim.

 

Fique ligado!

P1040175

O formando de Engenharia Cartográfica deverá ter competências e habilidades, no mínimo, no que concerne ao planejamento, organização, orçamento, especificação, normalização, projeto, avaliação, orientação, direção, gerenciamento, coordenação, supervisão, fiscalização, assessoria e consultoria para a execução da aquisição, processamento, análise e interpretação, visualização, armazenamento, recuperação e utilização da informação referenciada espacialmente nas seguintes áreas de conhecimento: geodésia, topografia, fotogrametria, cartografia, astronomia de posição, sensoriamento remoto, cadastro imobiliário e sistemas de informações geográficas, bem como de outras áreas afins e correlatas.

Outros nomes que este mesmo curso pode receber: Engenharia de Agrimensura; Eng. de Agrimensura e Cartografia.

 

Dicas!

O mercado de trabalho da área está em alta, principalmente devido ao georreferenciamento de imóveis rurais, bem como à necessidade da manutenção e constante atualização de bases cartográficas. Essas bases também são fundamentais para as atividades de planejamento do setor público e de empresas privadas, envolvendo atividades que vão da infraestrutura, monitoramento ambiental e apoio na elaboração de Plano Diretor, até a arrecadação de impostos.

O engenheiro cartógrafo é, ainda, o profissional habilitado para a geração de infraestrutura geoespacial, área que crescerá exponencialmente nos próximos anos. Exemplos de uso dessas tecnologias são os sistemas de navegação via satélite em automóveis, embarcações e aeronaves, além de sistemas de buscas e visualização geoespaciais pela internet, como o Google Earth.

 

 

engenharia_cartografica

 

Fontes: Guia do Estudante, Imeb, VenespUFRGS, UFPE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
Engenharia Cartográfica
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Veterana em Edificações do IFSP, é desde 2008, graduada também na área de humanas .