A casa de bambu em Bangladesh que flutua em casos de inundação! Engenharia Civil

capacasaflutuante-774x320

No início deste verão de 2013/2014 o Brasil e o mundo sofreram com as fortes chuvas que acabaram em inundações por todo o canto. Casas foram arrastadas, e muita gente perdeu tudo o que tinha. Pensando nessa ação devastadora que a água tem sobre as construções em geral e também nas famílias de Dhaka, em Bangladesh, que vivem em moradias improvisadas em regiões propícias a inundações, uma estudante criou algo realmente incrível e que evitaria diversos problemas em tempos de maior índice de chuvas, uma casa com uma característica “anfíbia” que flutua de acordo com o nível da água e abaixa da mesma maneira assim que a água escoa.

A idealizadora do projeto é Prithula Prosun, que desenvolveu-o para apresentar em sua tese de mestrado, cursado na Universidade de Waterloo, no Canadá. A tecnologia desenvolvida foi a da Casa LIFT, que é Tecnologia à prova de Inundações de Baixo Custo. Sua estrutura é basicamente de bambu, material leve que flutua facilmente assim que combinado com os outros materiais especialmente escolhidos durante o desenvolvimento do projeto.

Como o lugar onde a casa de teste foi construída e para onde o projeto foi idealizado é afastado e numa região com poucos recursos, ela foi toda desenvolvida para ser independente, sem ligação nenhuma com os sistemas da cidade, seja de saneamento ou energia. Os banheiros tem um sistema compartilhado para compostagem, que depois de certo tempo de uso, aproximadamente 10 anos, poderá ser utilizado como adubo para os arredores, ou então vendido, tanto depois de pronto quanto para a produção em si. A urina é levada diretamente para o quintal através de uma tubulação subterrânea, onde é jogada e utilizada como fonte de nutrientes.

A rede elétrica também não é ligada à cidade, é movida por aquilo recolhido através de duas placas de tecnologia solar, que tem a função básica de mover os ventiladores, por ser um local quente, e acender luzes.  Os painéis são de 60W e devem dar conta do necessário.

A base da construção e que mantem a estrutura estável é de concreto, e tem um sistema de correr, que levará a estrutura acima enquanto ela flutua. E como ela flutua? A base é de um sistema ferro-cimento, que é oca e tem um peso considerado leve. Para ainda facilitar, a estrutura da base de bambu é preenchida com garrafas PET vazias, que, cheias de ar, flutuam facilmente e exercem uma pressão significativa, ajudando a suspender toda a casa. Além dessa função de suspensão, a fundação tem o papel de recolher recursos hídricos das chuvas para abastecer a casa durante o ano por ser armazenada e filtrada. O bambu, além de ser leve e barato, há aos montes e poderá ser trocado sem grades dificuldades e sem muito investimento.

Como se tornou realidade é interessante. O projeto recebeu uma bolsa de investimento do IDRC (Centro Internacional de Pesquisas para o Desenvolvimento), que atua no Canadá dando incentivo a pesquisadores jovens com potencial de ajudar o próximo. EM 2010 a casa ficou pronta e abriga uma família, que contém 5 pessoas.

liftHouse-1

Loja Construir

liftHouse-13

liftHouse-6

liftHouse-7

liftHouse-10

liftHouse-5

liftHouse-11

liftHouse-9

liftHouse-8

liftHouse-3

liftHouse-2

liftHouse-12

 

 

Fontes: Archdaily, Est. de Arquitetura.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
A casa de bambu em Bangladesh que flutua em casos de inundação!
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Tenho 18 anos e sou estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.