Mais de 600 abalos sísmicos são sentidos em cidade do RN Curiosidades

pedra-preta-rn5

Pedra Preta é uma pequena cidade de 2.600 habitantes, sendo que 70% moram na zona rural. Ela fica localizada na região central do Rio Grande do Norte e é daquelas quase nada movimentadas nas quais todo mundo se conhece. A estrutura é completa, tem sete escolas, três postos de saúde e um ponto de apoio da PM, que tem alguns policiais revezando a segurança do local. C0nta ainda com quatro igrejas de três religiões diferentes que mantém a fé dos moradores. Mais uma das muitas pequenas cidades espalhadas pelo Brasil e que normalmente não são muito conhecidas, por mais aconchegantes e boas de se viver que sejam. E o que nos leva a falar dela? O motivo é uma sequência de tremores que vem assustando os moradores e até rachando casas e prédios públicos.

A pequena cidade já registrou mais de 600 tremores apenas no período de 24 de outubro e 10 de novembro, quando eles intensificaram. É, 600!! Um número assustador quando pensamos no Brasil, que sempre teve aquela sensação de tranquilidade quanto a isso por ficar bem no meio de uma grande placa tectônica, ou seja, fora de uma zona de encontro de potenciais terremotos. Embora falar de um tremor por aqui não seja tão anormal assim, é no mínimo estranho.

Os tremores são frequentes, mas, de acordo com o Laboratório de Sismologia da UFRN, alguns são até mesmo imperceptíveis. O sismólogo Joaquim Ferreira afirmou que os tremores de 0 a 1,5 grau na escala Richter dificilmente são sentidos pela população, e grande parte dos registrados estão nesse intervalo, embora alguns maiores, de até 3,5 graus, já tinham sido registrados. Esses causam grande pânico na população, e como são muito frequentes, muitas vezes as crianças são surpreendidas no horário da escola, causando grande tumulto.

Há algum tempo os moradores já vem sendo instruídos a dormir atentos pelo grande risco de queda, logo que várias rachaduras já apareceram. A defesa civil já analisou os estragos, que foram registrados em 48 casas e alguns prédios públicos, e afirma que a estrutura não está, ainda, comprometida, mas deve-se estar sempre ligados à qualquer imprevisto. Já houve um período em que as pessoas dormiam nas calçadas, com medo de desabamento. Nessa mesma noite, apenas entre o intervalo de 20h e 23h, 10 tremores foram sentidos, causando grande pânico.

A causa desses registros já é conhecida, pois eles acontecem desde 2010, embora numa intensidade muito menor.  “Todo o Rio Grande do Norte está na borda da bacia potiguar que é uma região que é a mais ativa do Brasil. Por isso, acontecem esses tremores”, foi o que disse Joaquim Ferreira.

Loja Construir

Somente nesta última semana é que o governo dessa pequena cidade a 149 km de Natal resolveram decretar estado de emergência. De acordo com as autoridades não há a necessidade de abandono das moradias, mas com a intensificação e maior frequência dos registros, foi necessário procurar ajuda. A cruz vermelha e a defesa civil estão atuando junto à população para prepará-los para os imprevistos. “A situação é preocupante. Os tremores vêm aumentando e a gravidade aumentou consideravelmente”, foi o que disse o prefeito de Pedra Preta, Luiz Antônio Bandeira de Souza.

Confira imagens das rachaduras e da pequena cidade:

pedra-preta-rn4

 

pedra-preta-rn3

pedra-preta-rn2

pedra-preta-rn

 

Fontes, G1(1), G1(2).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Loja Construir
Mais de 600 abalos sísmicos são sentidos em cidade do RN
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)

Tenho 18 anos e sou estudante de Engenharia Civil da Univix – Faculdade Brasileira, em Vitória, Espírito Santo.